Sobre estar bem consigo mesmo

O fato de as pessoas estarem bem e felizes ao nosso redor, não significa que estamos bem e felizes. A verdade é que na maior parte das vezes nos camuflamos na aparência e na rotina de quem nos cerca e nos cegamos diante da necessidade de compreender o quão bem realmente estamos. 

Não em um contexto geral, mas há muitas pessoas que irão se identificar, ou reconhecer alguém que conhecem, nas próximas palavras que irei escrever.  Em vários âmbitos podemos encontrar personalidades que cuidam tanto de um cachorro, de outra pessoa próxima, do chefe, do amigo, etc., que acabam por colocar as necessidades e carências dessas pessoas próximas antes das próprias necessidades. 

E isso, cuidar dos  outros e acreditar que isso é estar bem consigo mesmo, é a maior enganação que podemos cometer com nós mesmos. Antes de cuidar dos outros precisamos cuidar da gente. Antes de fazer o bem ao próximo, precisamos fazer bem a nós mesmos. Antes de querermos dar o exemplo, precisamos ser o exemplo. É preciso criar uma fortaleza, um ambiente seguro, antes de querer abrigar e dar força a quem está ao nosso redor. Precisamos criar uma base forte se quisermos ser os sustentáculos de alguém. Se quisermos ser nosso próprio suporte. 

Estar bem consigo mesmo, é ter uma mente leve. Estar de bem com a vida e espalhar positividade, mesmo em meio às tempestades. É ser autoconfiante, é ser amigo de si mesmo. É dar abertura às oportunidades e confiar que elas podem nos trazer algo de bom. É dialogar sem discutir, é usar mais a razão do que a emoção. É ter amor próprio. É ter uma mente saudável, criativa e ativa. É enxergar as coisas boas da vida em meio a todo caos. É acreditar que tudo vai ficar bem, porque irá ficar bem. É ser otimista e realista ao mesmo tempo. É ter equilíbrio. É querer abraçar a vida ao invés de querer abraçar o mundo. É viver bem. É se sentir livre sendo quem você é. É se olhar no espelho e sorrir porque você a imagem refletida nele. É confiar no seu potencial diante dos desafios e dificuldades. Estar bem consigo mesmo vai fazer você se sentir bem com tudo e todos. 

Quando você se tornar ciente da importância de estar bem consigo e praticar esse amor para consigo mesmo, você vai perceber o quanto isso cria um amadurecimento pessoal. É aquele momento em que percebemos o quão irrelevante é a opinião alheia. É o momento em que deixamos de dar preferência às necessidades dos outros apenas para ser aceito, e passamos a nos aceitar com as nossas próprias necessidades. 

Há uma necessidade, uma carência muito grande, em ser aceito, em fazer parte de um grupo social. Em compartilhar de ideias diferentes apenas com o intuito de dizer que tem algum vínculo social. No entanto, nessa busca constante por aceitação de terceiros, não nos damos conta de que, tudo o que precisamos, é aceitar a nós mesmos. Depois disso, tudo irá se encaixar. Quem tem que ir, irá. E quem quiser ficar, irá ficar. O importante é que as pessoas que permanecerem ao seu lado, escolham estar perto pelo o que você é, e não pelo o que você tem a oferecer. Se aceite. Se ame. E acima de tudo: esteja bem consigo mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: